Quinta-feira, 8 de Maio de 2008

TAN?? TAE?? Spread? O que é isso?

 Ora bem estes palavrões que nunca ninguém sabe o que é…

 

A TAN (taxa de juro anual nominal) permite calcular os juros do empréstimo através do prazo e do montante do empréstimo. A TAN resulta da adição do indexante com o spread, ao qual acrescem os efeitos do arredondamento.

 

A TAN pode ser fixa ou indexada. No caso da taxa ser fixa a taxa de juro é mais alta e como tal o crédito fica mais caro, mas sempre sabemos com o que se conta no final de cada mês. Sendo variável anda ao sabor das taxas de juro da zona euro.

No caso de optar pela taxa fixa, fique a saber que pode acordar o número de anos que a vai usar.

 

 

O spread equivale, grosso modo, à margem de lucro do banco nos contratos de crédito à habitação. Trata-se de um factor comparativo importante no momento de escolher o banco. Os bancos fazem variar o spread em função do montante do empréstimo, da relação entre este e o valor do imóvel (ou seja, a percentagem de financiamento) e, nalguns casos, do prazo do crédito.

 

A TAE (taxa anual efectiva), desde que bem calculada, reflecte todos os encargos associados ao empréstimo, com excepção dos prémios dos seguros exigidos pelo banco. É, pois, a taxa mais fiável para comparar as várias propostas de crédito: aquela que apresentar uma TAE mais baixa corresponderá ao empréstimo mais barato.

publicado por J às 12:00
link do post | comentar | favorito
|

.links